MaPIÁmento Poético  por Marilia Macedo:

– turma de 11  13 anos, com Glauce Medeiros – criação livre, de cenas, desenhos, textos, histórias etc,  a partir da audição silenciosa e
concentrada de músicas contrastantes, de estilos, épocas e estruturas
diferentes.  A turma estabeleceu relações muito interessantes e diferentes, criando cenas e histórias a partir de suas referências, ligando-as aos outros estímulos, deixando a fantasia fluir.

– turma de 8 a 10, com Beatriz Miguez – desenhos a partir de sombras projetadas. Foi o início de um processo de transformação das possibilidades dos desenhos. Depois desta atividade, fizemos outras, de
observação e criação, em que foram explorados outros traços e traçados,
outros usos de cores, de texturas.

– turma de 8 a 10, com Beatriz Miguez – criação de movimentos a partir
dos gráficos de música contemporânea.A partir do estímulo inicial, as crianças criaram movimentos e coreografias muito consistentes, formando uma movimentação coletiva muito coerente, como soma de expressões e gestos individuais diferenciados que dialogavam o tempo inteiro da improvisação.

O que percebo em comum nos encontros que foram citados, e em vários outros,  é que, a partir do estímulo inicial,  houve  a vontade de fazer,  o
comprometimento, a concentração no momento de criar. Quando a criação surge a partir deste estado, o processo é muito gratificante para todos, crianças e AEs, provocando a percepção de que tudo é possível, que não há limites para a invenção, que todos podemos transformar, mudar, mexer, dentro e fora do Piá.

Anúncios