REGISTROS, IMPRESSÕES
Este ensaio pretende mostrar parte das emoções, vontades,  ressonâncias e reverberações vividas no decorrer dos encontros. Apenas parte,  pois cada uma delas se abre para mundos insondáveis. E  cada uma delas segue  seu curso, percorre caminhos, com vida própria, incessantemente.
Agradeço às queridas Beatriz Miguez, Bruna Amado, Glauce Medeiros e Renata Casemiro, pelo aprendizado, pela  inspiração e parceria.

Olhares cruzados. Busca de cumplicidade. A permissão mútua pra ir. A troca.
O silencio.
Fios entrelaçados. Muitas cores. O som dos fios. O som que segue o movimento. O movimento que segue os fios.
Olhos fechados, o gesto. O som que guia.
O som distante. Muito distante. O céu, árvores, pássaros. Céu contado, imaginado, suspeitado. Cada um guiando e protegendo. Seguindo. Confiando.
Muros e paredes. Dividem? Limitam? Protegem? Acolhem?
A tristeza, trazida, entrou. Entendida, espelhada, identificada, foi embora.
Respiração funda que deixa sair a vergonha, a pressa. Juntando a vontade, a imaginação, a festa.  Pra formar percursos – únicos. Pra partir em pulos, em versos, em rimas, em batuques, em sons. Agudos, mais agudos. Indo e vindo.
Relinchando.
Num som que faz vibrar todas as cavernas.
Portas e janelas se abrem. Navios desbravam mares.
caminhos
viagens espaciais
histórias sobrenaturais
personagens entrando e saindo de  todas as dimensões
caçadores de palavras
cobras, piratas e dragões
balanços
desenhos girando
vermelho, azul
verde, amarelo se espalhando
folhas, algodão
um nome feito de bichos
bolo de chocolate, bolo de framboesa
sombras pingando cores
fogueiras,  chamas
o cuidado que vem do encontro
a delicadeza do toque
capoeira, berimbau, tambores
cones no chão
sopros, acordes
A, B, C, D, E, F, G, H, ……
cidades inteiras
janelas abertas
um rosto saindo da orelha
um rosto saindo da boca
círculos, círculos

Percorrer  labirintos iluminados pelos pensamentos.
Saber que é possível querer, que é possível mudar, misturar, transformar, virar.
Cuidar com muito carinho dessa vontade pra que ela nunca se esconda.

Para ver esse e outros ensaios clique no link abaixo: http://ensaiospia2014.blogspot.com.br